Loading

De mulheres em prol das mulheres: conheça o Celina Project

No dia 8 de março foi comemorado o Dia Internacional da Mulher. A data passou em meio a incontáveis casos de feminicídio e em um momento onde se discute tanto a importância do feminismo. O belíssimo movimento de mulheres do mundo todo discute alguns temas como igualdade salarial, violência doméstica e assédio, mas ainda é muito mal interpretado por grande parte da população.

Nos últimos anos nunca se falou tanto em feminismo, empoderamento e o direito das mulheres. Discutir essa pauta se tornou constante. Seja em casa, no trabalho, na faculdade, nas mesas de bar e principalmente nas redes sociais. O feminismo está em todas as partes e esse fator criou uma forte aversão ao movimento, o que torna o debate ainda mais crucial.

Pensando nisso, um grupo de mulheres de entretenimento de Live Marketing, grupo TOY e TAJ, decidiu mergulhar a fundo na importância do tema. Para comemorar o Dia da Mulher, elas criaram o Celina Project, visando exatamente a necessidade de debater o movimento, o papel delas para fazer essa engrenagem rodar e conscientizar o maior número de pessoas.

Como foi?

Mais de 50 mulheres se reuniram para uma roda de bate-papo com algumas convidadas especiais: Jojoca (Youtuber, Digital Influencer e Embaixadora Adidas Runners), Claudia Tohi (Produtora de Eventos e Empreendedora), Vivi Barros (Empreendedora – Experiências Gastronômicas), Lu Navarro e Paty Camargo (Proprietárias da Care Natural Beauty – Marca de beleza orgânica e vegana) e Allegra Schiliro (Proprietária do Econudo). O principal assunto da noite foi a atuação da mulher no mercado de trabalho.

Elas discutiram experiências, trocaram informações e, principalmente, conversaram sobre o que está mudando e deve mudar no ambiente profissional. O assunto rendeu tanto que o encontro durou bem mais que o esperado, terminando já na madrugada, sendo que a recepção começou a partir das 18h. Várias marcas apoiaram a primeira edição do Celina Project, como Eqlibri, Feel Good, Buddha Spa, Mundo Psicodélico, Smart Spa, Venuxx, Bonafont, Singu, Tony Roma’s, por exemplo.

“Encontrar vocês pessoalmente e trocar conhecimento! Saí de lá muito mais completa. Obrigada mulheres que me ensinaram tanto ontem. Esse é só o começo. Me aguardem!” escreveu Jojoca no Instagram.

“Mulheres, juntas somos muito mais fortes. O mundo já foi tão cruel com nós, chegou a hora de mudá-lo”, escreveu Marina Meira, que também estava presente, no Instagram.

Celina

Celina Guimarães Viana foi a primeira eleitora do Brasil. Ela fez um requerimento baseando-se em uma lei recém promulgada no Rio Grande do Norte, que declarava: “No Rio Grande do Norte, poderão votar e ser votados, sem distinção de sexos, todos os cidadãos que reunirem as condições exigidas por lei”. Ao votar em 5 de abril de 1928, em Mossoró, ela se tornou a primeira mulher brasileira votar. O nome do projeto é uma homenagem a ela.

TOY e TAJ

Desde o ano passado, tanto a TAJ como a TOY colocaram em prática o projeto “anti-opressão” em suas festas. Os eventos contam com tenda e ponto de apoio, auxílio psicológico e um número de WhatsApp para denúncias. O staff está sempre uniformizado para evitar casos misoginia, homofobia, racismo, dentre outros.

Futuro do Celina Project

Com o sucesso do encontro inaugural, é fato que o Celina Project não vai parar por aqui. Novos bate-papos serão marcados e ainda há uma infinita variedade de ideias para serem tiradas do papel com o mesmo objetivo: dar voz às mulheres e debater esses temas tão importantes para a sociedade no geral.

Vem muito mais por aí!