Loading

Portugal aceita brasileiros com notas baixas no ENEM

Você provavelmente já escutou de alguém que Portugal está cheio de estudantes jovens e brasileiros. O país tem atraído cada vez mais esse grupo para dentro de Universidades renomadas e o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um dos principais motivos para isso.

A pontuação exigida por algumas Universidades tradicionais e reconhecidas de Portugal é mais baixas que muitas universidades brasileiras. Mas é preciso saber que mesmo públicas, as universidades portuguesas cobram taxa de anuidade.

Para passar Engenharia Eletrotécnica na Universidade de Porto a nota mínima é de 120 pontos, o que equivale a 600 pontos no ENEM. Na UFRJ, a nota de corte desse mesmo curso foi de 770 no ano passado.

Para estudar nas universidades de Lisboa, Porto ou de Algarve, a nota exigida é 600.

Universidade do Porto – Portugal 

Como funciona o sistema 

A maioria dos cursos e instituições exigem 120 na escala portuguesa (que varia de 0 a 200). Essa pontuação equivale a 600 pontos no ENEM. A maioria das universidades atribui pesos bem diferentes às provas e valoriza mais às áreas que o aluno quer estudar dentro da faculdade.

Em Portugal, o termo licenciatura se refere aos bacharelados. Mestrados integrados são cursos com cinco anos de duração, como Engenharias e Arquitetura.